terça-feira, 29 de julho de 2008

Jin Jin annd the Pin Up

Eu tenho uma banda gaúcha. O nome dela, você mesmo pode ver no título deste texto. Mas eu vou repeti-lo porque é um nome muito feio para ser dito duas vezes. Eu adoro a feiúra. Jin Jin annd the Pin Up, com dois ênes no and.

Era para ser uma banda paulista experimental. Mas os experimentos precisavam ser aplicados. Então, pelo mesmo motivo que Einsten resolveu falar para alguém que estava fazendo uma bomba atômica, resolvi passar no cartório e mudar a residência da minha banda para o Rio Grande do Sul. Porque hoje, as qualidades possíveis de uma banda são: boa sonoridade, hits frenéticos, boa melodia, tudo o mais. Mas a principal qualidade que a banda pode ter é: ser gaúcha. E é essa qualidade, a qualidade primordial, que torna uma banda conhecida.

Cantamos também com o sotaque gaúcho. Não nos é difícil improvisar o sotaque, porque já estávamos acostumados a utilizá-lo na hora de conseguir os melhores contratos nas gravadoras e as melhores peças nas churrascarias.

Agora que faço sucesso, são três os tipos de pessoas que entram em contato com a minha música. Tem os idiotas, que gostam só porque faz sucesso; tem os bobos, que não gostam só porque faz sucesso; e tem os fãs que valem a pena, que gostam apesar de fazer sucesso.

Os fãs me escrevem e-mails e eu lhes respondo sempre assim: "Este e-mail não pôde ser entregue. Tente novamente ou desista." Metade deles tentam novamente, e eu respondo da mesma forma. E então, um quinto deles tentam novamente - 10% do número inicial. A estes, escrevo uma mensagem assim: "E aí, qual é a boa? Vamos conversar." É assim que faço amizades virtuais através de minha banda.

Toco baixo, berimbau, piano e bateria. Também improviso no violão, no teclado, bato palma e pandeiro. Sim, sim, também temos músicas.

Perguntam-me freqüentemente das influências. Respondo que meu pai, minha avó e, sobretudo, minha noiva são uma grande influência em minha vida. Aí o repórter diz: "influência musical, quero dizer." Musical, nenhuma. Não gosto de ouvir música. Agora, tenho uma certeza influência dos gaúchos, no sotaque.

Um comentário:

. disse...

No sotaque.